Se você tem uma viagem marcada para Veneza nos próximos 6 meses, esteja ciente que as ruas não estarão como sempre. O prefeito da região, Luigi Brugnaro, anunciou que o sistema de barreiras, criado para evitar inundações danosas, será ativado dentro dos próximos 6 meses.

Em Novembro de 2019, Veneza registrou 4 marés que excederam a marca de 140 centímetros. Na história da cidade, isso nunca aconteceu com tanta intensidade em apenas um mês. Especificamente no dia 12 de Novembro, uma inundação repentina foi capaz de cobrir mais de 80% do centro histórico da cidade.

Influenciados pelo ciclo lunar, entre Outubro e Março, Veneza sempre percebe um aumento no nível do Mar Adriático e de sua água. A diferença de alguns anos para cá, tem sido ocasionada pelo aquecimento global, que gerara o degelo dos polos e consequente maior nível dos mares de todo o mundo.

A PROTEÇÃO DA HISTÓRIA DE VENEZA

Como já comentamos aqui no blog sobre a estrutura de Veneza, as regiões que mais sofrem são sempre as mais antigas. Quer seja por conta de sua arquitetura, ou por conta de sua historicidade.

O sistema que será ativado a qualquer momento, se baseia em uma rede de comportas móveis, que são instaladas nos 3 principais acessos à Lagoa de Veneza. As comportas serão abertas sempre que a maré superar os 110 centímetros, evitando que o centro histórico inunde, como aconteceu nos últimos meses.

O sistema é conhecido como “Mose”, e significa “Módulo Experimental Eletrônico”, e faz referência a Moisés (Mosè em italiano), personagem da Bíblia. O projeto que começou em 2013, prevê sua total conclusão apenas para 2021, mas já tem algumas alas totalmente operacionais.

Durando quase 20 anos em construção, a obra é fruto de diversas críticas, por conta de seu alto custo (que ultrapassa os 5,5 bilhões de euros). Envolvidos nesse alto valor, estão também escândalos de corrupção e atrasos.

A SALVAÇÃO DE VENEZA COM O APERTAR DE UM BOTÃO

O Fenômeno da “acqua alta”, pode ter finalmente sido corrigido. O Prefeito de Veneza disse que, assim que for necessário, “apertará o botão” para ativar o Mose, e fazer suas engrenagens funcionarem. As barreiras instaladas ficam no Porto de Malamocco e são visíveis a todos os que por lá passam.

O teste mais recente aconteceu em 3 de dezembro, e foi um completo sucesso! Agora, resta saber se a estrutura vai suportar a pressão diária que precisa, a fim de controlar as enchentes no fim do ano.

Nós aqui da Prenota4u comemoramos bastante essa notícia, já que, um de nossos maiores medos, e imaginamos que este seja compartilhado com muitos de nossos leitores – é a depredação de Veneza, por conta dos fenômenos naturais.

Infelizmente, essa solução não é aplicável em lugares como Cinque Terre, e assim por diante.

TOMEMOS CUIDADO COM A NATUREZA

Não podemos virar os olhos para uma verdade dolorosa: o que acontece em Veneza, e em grande parte das cidades costeiras da Itália, é culpa nossa. Das escolhas que fazemos todos os dias, e da poluição que geramos neste mundo.

Para proteger esses centros históricos, um dos primeiros passos, começa em nossos lares. Evite tornar este planeta ainda mais poluído – tome conta da sua produção de lixo!

Aqui na Prenota4u tentamos tornar nosso funcionamento o mais “eco-friendly” possível. Faça o mesmo em seu lar!