Quais as consequências das novas regras sobre a retificação de cidadania italiana

Quais as consequências das novas regras sobre a retificação de cidadania italiana

O que são retificações documentais?

Primeiramente, precisamos entender que a palavra retificar tem o mesmo significado do termo “corrigir”.

Portanto, ao pensar em retificações documentais, na verdade estamos falando que os documentos que devem ser apresentados em algum órgão específico, no caso em questão a retificação da certidão para cidadania italiana, apresentam algum tipo de erro ou deve ser realizada alguma alteração com a finalidade de que todos os dados fiquem corretos e uniformes.

No momento em que vai se solicitar a cidadania italiana, é necessário observar se todos os documentos estão em mãos, mas acima de tudo se os dados contidos nestes documentos apresentam informações corretas.

Dentre essas informações podemos citar: grafias dos nomes e sobrenomes d datas coincidentes. Se você chegou à conclusão de que tudo está correto, ótimo. Podepassar para o próximo passo que é a autenticação deses documentos.

Entretanto se encontrou algum erro ou alguma informação desconexa é nesse momento que você deverá buscar a retificação dos documentos.

É importante destacar que estes erros não necessariamente inviabilizarão a obtenção da cidadania italiana. De fato, alguns erros, principalmente os de grafia, podem ser aceitos pelos Consulados e Comuni. Entretanto, se houver dúvida se a pessoa solicitante é a mesma do documento, acidadania poderá ser inviabilizada.

Para que não haja dúvida sobre os documentos que serão apresentados é importanterealizar uma consulta. Caso constem muitos erros ou se esses documentos forem questionados, existem duas saídas possíveis: rovar que os documentos contam a história familiar de forma honesta ou corrigir as informações contidas nos papéis.

Retificação documental é a forma de corrigir algum erro em documentos.

O que diz a Lei nº 13.484/17 e qual a consequência para quem quer tirar cidadania italiana?

A Lei nº 13.484/17 foi sancionada recentemente, mais precisamente no dia 26 de setembro de 2017. Ela altera alguns procedimentos que tangem as retificações administrativas, alterando a forma como esses registros são feitos nos cartórios competentes.

Essa lei se apresenta como uma forma de desburocratização do processo de retificação da certidão para a cidadania italiana na esfera administrativa. Assim, não é mais necessário que os documentos passem pelo Ministério Público para que este aprecie os requerimentos.

Na prática, essa lei visa a dar mais autonomia ao Cartório de Registro Civil, de modo que ele consiga lidar com todo o processo administrativo, dentro dos parâmetros da lei, mais precisamente de acordo com o artigo 110.

Para um maior entendimento, vamos nos ater ao artigo 110 da Lei nº 6.015/1973, a qual foi alterada para a Lei nº 13.484/17. Esse artigo dizia respeito aos “erros que não exijam qualquer indagação”, de forma que o oficial do cartório poderia retificar os erros que eram simples e inquestionáveis (como é o caso de erros de grafia). Portanto a alteração do artigo não afeta esta capacidade, mas sim a competência de quem pode analisar se esses erros, de forma que o processo se torne muito mais rápido e ágil. Entretanto a lei não diz nada sobre este fato, de modo que o andamento legal pode não ser alterado.

Portanto, o artigo 110 está relacionado somente ao fato de que o Ministério Público não precisa mais ser consultado sobre os pedidos de retificação (dentro da esfera administrativa) passando a responsabilidade para o oficial do cartório.

É importante dizer que como o oficial do cartório pode ser responsabilizado por eventuais erros,as análises serão cada vez mais criteriosas e se ele não se sentir confortável para efetuar as retificações, estas passarão para a esfera judicial.

Outra coisa que podemos concluir é que as retificações que apresentem erros de transcrição nos cartórios não devem ser pagas pelos interessados. A isenção em muitos casos só acontecia sob ordem judicial, o que, de acordo com a nova Lei, passou a ser obrigatório.

Muitas vezes, erros nos documentos se transformam em grandes problemas que inviabilizam a sua cidadania.

Quais as dúvidas mais comuns relacionadas à retificação de certidão para cidadania italiana?

Existem algumas dúvidas que se apresentam quando uma pessoa está retirando a sua cidadania italiana. Saiba, no entanto, que a única forma de ter certeza se um documento precisará ou não ser retificado é por meio do comuneitaliano.

Dea forma, vamos ver as dúvidas mais comuns:

Variações no sobrenome do antepassado (antenato)

Em muitos casos, o comune pode aceitar algumas pequenas variações no sobrenome, entretanto a regra do perguntar é o que vale.

Se o interessado entrar com o processo no Brasil, o Consulado poderá dizer se existe ou não discrepâncias entre o os documentos e se haverá ou não necessidade de retificação. Em todo caso, muitas pessoas preferem retificar todos os documentos, fazendo com que eles fiquem 100% uniformes. Provavelmente essa é a melhor ideia a se seguir.

Abrasileiramento/aportuguesamento dos nomes

Via de regra, os nomes abrasileirados/aportuguesados não precisam ser retificados (Giuseppe e sua relevante José ou Giovanni para João). Entretanto a regra de checar também deve ser seguida, e na dúvida prefira a retificação.

Se você fez o registro em um comune por meio de um assessor, mas agora quer ir por si só, pode ser considerada uma boa estratégia?

Não. Nesse caso o registro foi feito pelo assessor e não por você, portanto ao chegar até o comune, o oficial lhe dirá que sua documentação não será aceita. Portanto, mantenha-se no plano original, uma vez que discutir com o oficial está longe de ser uma decisão acertada.

Um consulado fora do Brasil é mais exigente? Principalmente no que diz respeito a variações dos nomes?

Sim, isso é verdade e existe um motivo para ser dessa forma. O consulado italiano em solo brasileiro já tem prévio conhecimento de alterações em nomes (Giuseppe para José ou Luigi para Luiz) e isso se deve a semelhança fonética entre alguns nomes.

A pergunta que você deve ter em mente é “será que um consulado fora do Brasil também apresentará essas mesmas semelhanças fonéticas? Se sim, eles têm conhecimento desas mesmas peculiaridades?”. Nesse caso, prefira retificar todos os documentos, é mais seguro e você não perderá a viagem.

Havendo diferenças entre as datas ou idades nas certidões dos avôs é necessária a retificação?

É sempre aconselhável retificar todas as datas, principalmente aquelas que geram dúvidas sobre as idades. Lembrando que a palavra final será sempre do assessor e não do advogado encarregado dessa finalidade.

Havendo diferenças entre os locais das certidões, o que deve ser feito?

Muitas vezes, os locais se apresentam diferentes devido a uma série de fatores, como erros de grafia, o seu antecessor que na hora de registrar as certidões informou somente a província ou somente a região, mas não registrou em qual comuneele nasceu ou se casou, seu antepassado pode ter mentido ou escondido sua origem, e muitas outras.

De certa forma isso não é configurado um erro grave, porém a complementação deve ser feita, já que em muitos casos é um dos motivos que podem gerar dúvida.Portanto, a retificação é mais do que recomendada.

Não apresento o mesmo nome do meu antepassado. Isso é um motivo de retificação?

Não, esse é um caso específico onde não é configurado um erro. Afinal de contas, você não tem a obrigatoriedade de levar consigo o nome de sua família. É importante destacar que o direito à cidadania italiana vem do sangue, de sua ascendência, e não da presença ou ausência do sobrenome.

Existe a retificação da certidão de nascimento, uma vez que esse documento é o único em que o nome do meu antepassado está escrito errado? Como posso proceder?

Na realidade, nesse caso, são os outros documentos posteriores (certidão de casamento e óbito) que estão errados e devem ser retificados.

Via de regra, o nome na certidão de nascimento é o nome declarado pelo pai no cartório e o que ele assinou no livro de registros. Pensando dessa maneira, como um advogado irá provar que o pai de seu antepassado errou ao declarar o nome?

Dessa maneira é preciso compreender que o documento base para todas as outras certidões é a de nascimento, sendo que os nomes devem ser alterados nas certidões anteriores e não ao contrário.

É necessário a retificar dados do cônjuge do meu antepassado italiano?

Esse caso se enquadra na regra “pergunte para o comune”. Somente ele poderá dar a resposta definitiva se você precisará ou não fazer a retificação do cônjuge.

E para uma aceitação de forma mais rápida, geralmente se unifica toda a documentação através da certidão de casamento, já que outros documentos são muito difíceis e custosos de serem encontrados.

Porém, nesse caso, ainda pode acontecer do promotor ou juiz requerer a certidão de nascimento do cônjuge, de modo que ele possa confrontar os dados. Assim, esse documento passará a ser a “certidão base” para os outros.

Nesse caso específico, é possível justificar que não existe a possibilidade de localizar esse documento, tornando passível a uniformização através da certidão de casamento. A resposta final será do promotor/juiz, que pode ser aceita ou negada.

Retificação administrativa x retificação judicial

Para a retificação da certidão de cidadania italiana, podem-se seguir duas formas diferentes: a retificação administrativa e/ou a retificação judicial.

Na retificação administrativa os dados são corrigidos sem a necessidade da intervenção jurídica, sendo muito mais rápida e prática.

Primeiramente nesse tipo de retificação o interessado se dirige até um cartório e conversa com o oficial a respeito das correções que devem ser feitas nos documentos. Se os dados observados apresentarem indícios óbvios de não conferência e de que a correção é simples, o próprio cartório pode modificar os documentos.

Se tudo der certo, você receberá um requerimento que deverá ser anexado ao processo, informando quais documentos necessitam de retificação e quais são os dados corretos. Com isso, o requerimento irá para o Ministério Público que decidirá pela alteração ou não dos dados e, em caso positivo, em poucos dias as certidões corrigidas estarão em suas mãos.

A retificação administrativa é feita sem a necessidade de um advogado e os trâmites acontecem de forma muito mais rápida. Entretanto, pode acontecer de o cartório se recusar a fazer a correção ou de o Ministério Público negar o requerimento. Dessa forma, a única saída é entrar na justiça.

A retificação administrativa é feito de uma forma mais rápida e menos onerosa.

Já a retificação judicial deve ser feita mediante a contratação de um advogado, que levantará todos os documentos que suportarão essa retificação. Será necessária a redação de uma petição, que passará por todas as etapas legais de processamento e julgamento.

A retificação judicial é uma forma mais onerosa e que depende de muita paciência por parte do requerente, uma vez que somente após o encerramento do processo e se a decisão for julgada procedente é que o requerente conseguirá retornar aos cartórios, continuando o processo de retificação, mediante a apresentação dos mandados judiciais.

Havendo negativa do Ministério Público ou se o cartório se recusar a fazer a retificação, a saída é fazer a retificação judicial.

Portanto enquanto uma forma de retificação (administrativa) é feita de forma rápida e com apenas os gastos normais do cartório, a retificação judicial é demorada e onerosa e ainda pode acontecer de o juiz proferir uma sentença negativa ao requerente, inviabilizando todo o processo.

Assim, o melhor conselho para evitar dores de cabeça antes do início do processo de requerimento de cidadania italiana é observar se todos os documentos estão certos e uniformizados. Caso contrário, aproveite o tempo para deixá-los o mais correto possível.

Lembre-se de sempre analisar os menores detalhes, procure auxílio de profissionais e faça as retificações que forem recomendadas. Agir de forma meticulosa é a melhor maneira de se prevenir de contratempo futuros.

A análise dos documentos deve ser feita de forma criteriosa, já que essa parte é uma das que mais exigem paciência para o interessado. Existe ainda mais alguma dúvida a respeito de como fazer a retificação da certidão de cidadania italiana? Você gostaria de comentar alguma situação, descrever algum evento ou ainda emitir a sua opinião? O espaço agora é seu!


Comments

  1. Olá! Obrigada por essa informação!
    Gostaria de saber se fazendo as correções nas certidões também irei que mudar meu sobrenome em todos os meus documentos (passaporte, RG, etc). E se esse for o caso, e meus familiares? Terão que mudar seus documentos?
    Obrigada!

    • Olá, Marcela!

      Os documentos italianos, sim. Em alguns específicos o brasileiro também. Por exemplo, caso você queira trabalhar na Europa e precise apresentar seu diploma, nesse caso seria necessário retificar o diploma também.

  2. Muito boa a matéria! Bem completa, abordando praticamente todas as situações envolvidas com a questão das retificações… Menos uma! Demorei dias para encontrar na internet o livro original onde consta o registro do meu bisavô na consecutiva comune de nascimento, mas para minha surpresa, a pagina onde estaria o registro dele foi rasgada e na digitalização não mostra nada! Tem apenas o nome dele e do pai no indice ao final do livro, com os nomes e numero dos registros… Como fica nesse caso?! Alguma ideia?! Grato desde já!

    • Olá, Filipe!

      Você deve consultar a Liste di leva que fica no Archivio di Stato da província.

      Liste di Leva é uma listagem militar que todo italiano (homem) é inscrito ao nascer. Antigamente a Itália viva um momento de tensões e guerra, por isso precisava conhecer os “convocaveis”, daí o motivo da liste.

  3. Prezados editores do site,
    um oficial de uma Comune italiana solicita que eu retifique o sobrenome de minha avó para dar andamento ao processo de cidadania. Isso está correto?
    explicando. Minha vó nasceu na Italia em 1919, veio para o Brasil em 1922 e se casou em 1947 com um brasileiro. Ela acrescentou o nome do marido ao seu, como obrigava o código civil da época. A oficial da Comune está pedindo para que façamos a retificação retirando o sobrenome do meu avô.
    Duas perguntas: Isso está correto? E isso é possível?
    Grato

  4. Avatar Fabiana Borges dos Santos : fevereiro 4, 2019 at 2:37 pm

    Boa tarde! Como deve proceder uma pessoa transgênero, que já fez a retificação de nome e gênero na certidão de nascimento e que precisa no documento de cidadania e no passaporte?

    • Olá, Fabiana!

      Te enviamos um email para conversarmos e entendermos melhor a sua situação, ta ok? Aguardamos sua resposta por lá. 😀

  5. Avatar Weder Abadio Ravena : fevereiro 22, 2019 at 3:49 am

    Ola.
    Gostaria de saber se preciso retificar se necessário so os documentos do antenato/casamento/óbito, ou de todos da arvore ate chegar a mim e meus filhos.
    Ou seja se preciso corrigir todos os sobrenomes ou só o do Antenato.
    exemplo: o nome dele era la Giovanni Revrena e aqui joão Ravena, toda a familia é Ravena hoje.

    • Olá, Weder!

      Para conseguir te responder vamos precisar de mais algumas informações. Por isso vamos te enviar um email para conversarmos melhor, ta ok?

  6. Avatar Boanérges Antônio Toccolini : abril 1, 2019 at 10:06 pm

    O meu sobrenome de nascimento estava com um C ( Tocolini) retifiquei para Toccolini e o do meu casamento tb ! Daí dei entrada com todos os documentos retificados , traduzidos, apostolados , taxas pagas: em menos de 1 ano fomos reconhecidos Italianos! Na seguinte convocação serão chamados meus três Filhos (dois homens e uma mulher) e meus 5 Netos menores! Só que o sobrenome deles todos têm um C só ( Tocolini, diferente do meu a da minha Esposa : Toccolini) nas certidões de nascimento e casamento dos três Filhos e nascimento dos 5 Netos! Para dar entrada no pedido deles terei que corrigir o sobrenome de todos eles ( dos 11 documentos) ? Ou não será necessário corrigir o sobrenomes deles e sairá nos passaportes e ou carteira de Identidade Italianos com um C só ( Tocolini) , iguais aos documentos brasileiros! E se fôr necessário corrigir todos os sobrenomes deles p Toccolini, conseguida a Cidadania Italiana, terão que corrigir todos os seus documentos Brasileiros: identidade, CPF , certificados , diplomas , registros de Imóveis, passaportes Brasileiros, registro de veículos etc ! Que encrenca, custos e dores de cabeça p eles!!!

  7. Não localizamos a certidão de casamento do meu bisavo! Apenas nascimento e obito.. ja corremos as comunes possiveis e não registro de casamento, é possivel fazer sem ?

    • Olá, Marcia!

      É realmente preciso da certidão de casamento no processo de cidadania. Mas temos uma notícia boa. Podemos te ajudar a encontrar a certidão!Vamos entrar em contato com você via email.

      • Meu antenado casou na Itália e conseguiu se casar no Brasil também, o que ocorre, é que não encontramos nenhuma das duas certidões, pois nos faltam dados, datas, nome da esposa italiana, etc. O que devo fazer?

        • Olá, Cristiane!

          Nesse caso, é necessário fazer uma Pesquisa de Documentos para localizá-los. A Cidadania4u, empresa do mesmo grupo, tem esse serviço e pode te ajudar.
          A equipe irá entrar em contato com você.

  8. olá, tenho uma duvida.

    a minha mãe me registrou antes do casamento, que depois veio a mudar seu nome. eu devo mudar o nome dela na minha certidão e Rg com o nome de casada dela agora?

  9. Avatar ALEXANDRE STRAPACAO GUEDES VIANNA : abril 10, 2019 at 5:07 pm

    Prezados editores,

    me chamo Alexandre e estou organizando os documentos para solicitação da cidadania italiana por descendência (Jure Sanguinis). O sobrenome da minha família variou ao longo de tempo, segue a linhagem:

    1 (Italiano) Giovanni Strappazzon (descentende Italiano que migrou para o Brasil, passou a assinar como João Strapasson no Brasil)
    2 (Filho) Angelo Strapasson
    3 (Neto) Germano Strapação
    4 (bisneta) Cristina Strapação
    5 (trineto) Alexandre Strapação
    Vou tirar a cidadania no consulado de Recife, em que o site diz:
    “Pequenos erros de digitação e mudanças ocorridas nos nomes e sobrenomes dos ascendentes, que não interfiram na identificação do nominativo da certidão, não precisam ser corrigidos.”

    Preciso retificar estes sobrenomes? (Eu queria evitar isso ao máximo.) Já tenho algumass certidões que constam estas variações.

    Att. Alexandre

    • Olá, ALexandre!

      Teoricamente não precisa retificar. Mas não conseguimos te dar certeza dessa informação sem antes analisar toda a documentação minuciosamente, afinal além do sobrenome podem ter detalhes que exigem retificação.

  10. Bo noite. Meu antepassado italiano chama-se Davide Mores (de acordo coma certidão de nascimento). Aqui no Brasil todas as outras Certidoes estão como David Mores (Sem Letra E no final do prenome) ou David Morés (sem E no final do prenome e com acento agudo no E do nome).
    Pergunto, estes erros de grafia precisam ser corrigidos?

    • Olá, Daniel!

      Seu caso também depende de como será o processo de cidadania. Se for via consular vai depender das regras do consulado que te atende, pois cada um tem suas particularidades. Caso o processo seja feito direto na Itália vai depender do seu comune. E se for via judicial não precisa de retificação.

  11. Oi,

    Tenho uma dúvida, recebi o certidão de nascimento de meu antepassado, mas consta o sobrenome, nome e entre parenteses um segundo nome (escrito “Nomi successivi al primo Benvenuto”). Minha dúvida é, preciso retificar todos os documentos adicionando o segundo nome? Por que na certidão de casamento constam somente o nome e sobrenome além da filhiação que coincide com a certidão de nascimento..

    Grato.

    • Olá, Ricardo!

      Trata-se de um segundo nome, como Maria Fernanda por exemplo. Normalmente não tem problema nem no processo via judicial nem no administrativo consular.

  12. Boa noite,

    O sobrenome do meu antenato em sua certidão de nascimento da Italia é Scattolin e a partir da certidão de casamento dele no Brasil e da linha de sucessão contando filhos, netos e bisnetos, todos os outros foram registrados como Scatolin, com um T só.

    Precisamos alterar o nome de todo mundo para Scatolin com dois T? Ou só a parte que consta o nome dos pais na certidão da minha vó?

    • Olá, Danielle!

      Seu caso também trata-se de divergência e depende de como será o processo. Se for via judicial não precisa de retificação. Caso o processo seja em algum consulado irá depender de qual se trata pois cada um tem suas particularidades. E se o processo for na Itália dependerá do comune em questão.

  13. Olá,

    Meu antenato foi batizado como Felice De Sena. No Brasil, o nome dele na certidão de nascimento de meu avô virou Felicio Dezena e o DEZENA foi passado para meu pai e para mim. Devo retificar todas as certidões? Será que o comune não aceita um erro tão pequeno?

    • Olá, Paula!

      Bom, o que aconteceu foi uma divergência. Como resolver vai depender de como será o processo de cidadania.

      Se for cidadania via judicial não precisa de retificação. Caso seja processo administrativo, vai depender do consulado que te atende, pois cada um tem suas regras. E se o processo for direto na Itália vai depender do comune.

  14. Olá!

    Meu caso é igual ao do usuário WEDER ABADIO RAVENA aqui.

    Meu antenato nasceu e casou na ITALIA com o sobrenome MADDALENA. No óbito (do Brasil) aparece MAGDALENA. E essa certidão já foi retificada.
    Porém, hoje a familía toda é MAGDALENO devo a erros de grafia no decorrer da arvore.

    Eu queria saber se posso apenas corrigir o nome do antenato que sai em vários dos inteiro teor, das outras certidões brasileiras, ou, se isso geraria ainda mais incongruência… já que apareceria um MAGDALENO filho de um MADDALENA na mesma certidão de inteiro teor. Nenhum advogado, assessor, comune ou amigo conseguiu me dar uma resposta até hoje! Vocês comentam no inicio do texto que é possivel “rovar que os documentos contam a história familiar de forma honesta”. Isso se refere a um procedimento formal ou o que? Muito obrigada!

    • Olá, Iara!

      Depende de como está sendo o processo de cidadania. Caso seja via judicial não é preciso retificar. Se for administrativo depende de qual consulado te atende, pois cada um tem sua particularidade. Já o processo direto na Itália depende do comune.

  15. se tiver algum um processo em andamento ou ja respomdido no brasil impedi de tirar a cidadania italiana.

  16. Olá! Estou retirando minha cidadania italiana porém nos documentos do meu avô o nome aparece diferente (“Emídio” na Certidão de Nascimento dele e “Emydgio” na Certidão de Casamento dele e na Certidão de Nascimento da minha mãe). Isso poderia apresentar algum problema? Depende do próprio consulado afirmar se os documentos são válidos ou não?
    Muito obrigada!

    • Olá, Silvia!

      Provavelmente não, pois não houve mudanças muito distantes do nome original, o nome foi aportuguesado. Porém, depende do comune que te atende.

  17. OI
    a duvida é a seguinte:Meu trisavo italiano nao foi o declarante do meu bisavo, e sim terceiros, mas na certidao consta que o meu bisavo é filho legitimo do italiano.. nesse caso terei algum problema ? pretendo dar entrada na italia.

    Grata

  18. minha prima fez a correção de todos os documentos ate chegar ao meu avÔ que na certidão de nascimento está com apenas o sobrenome do pai dele italiano mas em todos os outros documentos ele acrescenta o sobrenome da mãe.isso tudo foi corrigido ,mas na minha certidão de nascimento ainda está com sobrenome da mãe ,preciso fazer outro processo para corrigir isso ?

  19. Olá!
    Pretendo tirar minha cidadania, não pretendo vender casa aqui no Brasil que daria tranquilamente para pagar todo o processo, e por isso pretendo ir por partes, já que terei tantos gastos e poucos recursos. Meu Avô é Italiano e minha mãe quase não fala nada sobre sua origem, pelo jeito terei dificuldades em localizar o Comune do meu antenato, mas vamos as perguntas.
    1) Existe um prazo para a documentação? (Digo se começar emitir as certidões em inteiro teor agora, até quando posso dar entrada no Comune ou consulado?)
    2) Tenho 2 filhos menores e minha esposa, compensa fazer o pedido da cidadania de todos ao mesmo tempo?
    3) Também tenho 2 irmãos que pretendem tirar a cidadania mais tarde, se tirarem agora junto comigo sai mais barato?

    • Olá, Gilson!

      Quanto aos seus filhos menores basta incluir as certidões de nascimento na documentação e eles recebem a cidadania automaticamente. A sua esposa poderá fazer a naturalização por matrimônio após o seu processo ser deferido.

      As outras questões dependem de qual consulado italiano te atende. Vamos te enviar um email para entender melhor o seu caso.

  20. Bom dia. Gostaria de saber se as retificações deverão ser solicitadas no cartório onde está registrada a certidão original ou pode ser em qualquer cartório. No meu caso, o sobrenome de meu bisavô é Bao e do meu avô em diante todos fomos registrados Bau. Não sei se é necessário retificar isto, mas gostaria de fazê-lo. A questão é que as certidões a serem retificadas estão em muitos cartórios diferentes e longe de onde resido atualmente. Por isso minha dúvida.

    • Olá, Angelita!

      Normalmente é no cartório de origem. Mas nós temos esse serviço e podemos te ajudar pra você não se preocupar com nada. Vamos te enviar um email pare entendermos melhor o seu caso.

  21. Avatar maria ida zachello barzan : agosto 11, 2019 at 11:38 pm

    Boa noite, tenho as seguintes duvidas:
    nome do meu avo Luigi Zacchello, registrado em carteira de estrangeiro-imigrante, porem alguns documentos tiveram seu nome alterado para Luiz zacchello.
    – seus filhos Jose Zaquelo, alterado para Jose Zacchello e outro filho como Bruno Zachello alterado para Bruno Zacchelo, demais filhos permanecem com um “c” somente.
    – Arthur Zachello meu pai e em todos seus documentos o nome do meu avo aparece como Zachello com um “C” somente e consequentemente meu nome com um “c” somente. Meu pai ja é falecido e o inventario não foi fechado
    .
    terei que alterar todos os documentos do meu pai, certidao de casamento, certidao de obito, para depois alterar a minha certidao de nascimento e depois de casamento e averbacao na certidao de casamento que sou viuva com o nome já correto para depois alterar de meus dois filhos ( interrogação).
    – como dois tios e filhos já tiveram seus nomes alterados ficará mais facil para alterar o do meu pai e consequentemente o meu e filhos (interrogação)

    • Olá, Maria!

      A Cidadania4u, empresa do mesmo grupo, faz análises de documentos e caso precise retificar fazem esse serviço também. A equipe irá entrar em contato com você por email, ok?

  22. O sobrenome do meu antenato é Venturi, mas no Brasil virou Ventura, neste caso se eu retificar a certidão eu vou ter que tirar todos os meus documentos de novo? (RG, CPF, CNH, etc)?

  23. Preciso retificar a data da certidão de nescimento da minha avó, que está viva. Eu como descendente posso fazer o pedido de retificação ou tem que ser feito obrigatoriamente por ela? Obrigada

    • Olá, Priscila!

      A Cidadania4u, empresa do mesmo grupo, trabalha com preparação dos documentos para o processo de cidadania. A equipe irá entrar em contato com você via email para te direcionar.

  24. Bom dia,
    Minha dúvida é o seguinte:
    Na Certidão de Batismo Italiana consta seu nome: Giosué Sante Franzoso mas na Certidão de Casamento Italiana no mesmo comune consta: Giosué Franzoso.
    Tenho que retificar outras certidões aqui no Brasil, qual duas Certidões Italianas utilizo como base, tendo em vista essa diferença de nome?

    • Olá, Lusia!

      É bem comum os documentos precisarem de retificação. Podemos te ajudar ajudar com isso e iremos entrar em contato via email, ok?

    • Olá, Lusia!

      Tentamos entrar em contato via email mas aparentemente o endereço que temos está incorreto. Quem trata de análises documentais e preparação dos mesmos para o processo de cidadania é a Cidadania4u, empresa do mesmo grupo. Você pode entrar em contato pelo email [email protected] ou pelo 0800 878 2894.

  25. Quando a minha bisavó italiana chegou no Brasil com seus pais, eles por algum motivo mudaram o sobrenome deles, mas deixaram o primeiro nome, data de nascimento e tudo mais, já estou com a certidão de nascimento dela italiana, e sei que vou precisar retificar…

    Mas a minha pergunta é, essa mudança de sobrenome é normal? eles faziam isso intencionalmente pra não ser encontrados ou era questão de erro mesmo?

    • Olá, Karoline!

      Era comum por diversas motivos, inclusive porque alguns chegam fugidos, outros queriam mudar completamente de vida e acabavam mudando de sobrenome.

      Sobre a retificação, podemos te ajudar! Vamos entrar em contato com você via email.

  26. Constei nos registros italianos que a “minha mãe” é na verdade a ex-esposa do meu pai. A minha irmã teve o mesmo problema e meu pai conseguiu mudar nos registros dela mas não no meu… Eu preciso modificar isso antes de pedir um passaporte ou posso fazer todo o processo do passaporte e alterar esses dados posteriormente?
    Caso seja necessário realizar antes, eu consigo fazer isso on-line ou somente na presença do consulado?

  27. Das certidões que foram realizadas as verificações, identificamos diferença entre em uma letra de sobrenome “e” invés de “i” (certidão de nascimento (i) e outras como casamento e óbito (e) ex.: Canavesi (Casamento) Canavesi (Óbito). Certidão do requerente Canavese (nascimento) Canavese (casamento). Neste caso por se tratar apenas de uma mudança de letra como essa realmente é necessário? Fico na dúvida do nível de exigência do consulado em relação a tolerância pra esse tipo de transcrição.

  28. Olá, bom dia. Gostei muito da matéria. Porém tenho uma dúvida específica. Quando foram fazer o registro de óbito de minha bisavó, o declarante informou nome da sogra dela (mãe do meu bisavô italiano) como sendo sua mãe. Terei que retificar essa certidão para cidadania requerida no Brasil? A de óbito de minha bisavó é mesmo requerida? Ou não há mais a necessidade de apresentar esses óbitos? Muio obrigado pela atenção. Abraços.

  29. Avatar Marcela Pierin : outubro 9, 2019 at 3:40 pm

    Olá boa tarde! estou iniciando o processo de retificação do sobrenome da minha família em algumas certidões. Gostaria de saber se preciso tb retificar o nome do meu bisavô que no Brasil passou a assinar Luiz ao invés de Luigi.

    • Olá, Marcela!

      A Cidadania4u, empresa do mesmo grupo, tem uma equipe especializada no assunto. Em breve você receberá um email da equipe.

  30. Boa noite! Sou descendente (trineto) de italianos, que emigraram para o Brasil provavelmente entre 1888 a 1894. Os meus Trisavós italianos casaram-se aqui no Brasil em 1894, somente no religioso, só existe a Certidão de casamento religioso, pois não havia Cartório de Registro Civil onde moravam na época. Essa Certidão de matrimônio expedida pela Igreja Católica, é aceita para compor o processo de requisição de Cidadania Italiana?

    • Olá, Jorge!

      Em 1890 já existiam cartórios de Registro Civil. O que pode ter acontecido é que eles se casaram apenas no religioso. Podemos fazer uma análise dos documentos e verificar se nas certidões de nascimento dos filhos constam os pais. Vamos te enviar um email para entender melhor o seu caso.

  31. Avatar Thais Rocco Madeira : outubro 18, 2019 at 10:42 am

    Bom dia!

    Meu BISAVÔ é meu antenato e nas certidões de casamento e óbito dele e do meu avó o sobrenome da minha tataravó tem uma unica letra incorreta, e a unica certidão que tenho que comprova o erro é a certidão de nascimento do meu bisavô que já está traduzida, apostilada e registrada, porem o cartório para retificar está pedindo um documento dela, mas não tenho. sabe me dizer se somente com a certidão do meu bisavó é possível fazer a retificação?

    Obrigada

  32. Olá!

    Estou com dúvida sobre a necessidade de retificar o nome do meu bisavô nas certidões. Na certidão italiana de nascimento, consta um segundo nome (que era o nome do pai dele) Entretanto,no Brasil esse segundo nome não consta em nenhuma certidão. Vou reconhecer a cidadania via administrativa.

  33. Avatar Gisele Gonçalves Darin França : novembro 7, 2019 at 5:10 pm

    Boa tarde!
    estou fazendo as retificações de nome e sobrenome do meu avô para tirar a cidadania italiana do meu filho de 25 anos e quando fizeram a retificação na certidão de nasciemento do meu pai disseram que tinham que retificar o sobrenome dele também senão não podiam fazer, ok. Agora que fui fazer a do meu nascimento , em outro cartório , esse diz que eu terei que fazer a retificação do meu sobrenome e depois meu filho no dele também. Se não quisermos teremos que entrar com uma ordem judicial através de advogado pedindo para não retificar nosso sobrenome , somente os demais.
    Duas perguntas:
    1- Para a cidadania eu e meu filho temos mesmo que retificar nossos sobrenomes e ficar igualzinho do nosso bisavô ?
    2- Somos obrigadas a retificar e se não quisermos temos que entrar com essa ação?

    Obrigada

    • Olá, Gisele!

      A Cidadania4u, empresa do mesmo grupo, tem o serviço de análise de documentos que pode te ajudar. E se realmente precisar retificar há esse serviço também.
      A equipe irá entrar em contato com você para mais detalhes.

  34. Avatar Adriano Rafael Maia : novembro 24, 2019 at 7:06 pm

    Boa tarde,

    estou juntando toda documentação para o reconhecimento da cidadania italiana e gostaria de saber: o sobrenome italiano do meu bisavô(antenato) é diferente do sobrenome de toda família. Nesse caso, minha mãe, que me transmite a cidadania e ainda está viva, precisa trocar seu sobrenome e todos os seus documentos?

    Pergunto porque não me importo em retificar os documentos, mas isso seria um transtorno para algumas pessoas que não estão no processo comigo.

    Obrigado!

    • Olá, Adriano!

      Vai depender de qual consulado te atende e também teríamos que fazer uma análise desses documentos para verificar se essa inconsistência compromete a comprovação da sua linhagem.
      Vamos entrar em contato com você via email para entendermos melhor o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *