Todo Oriundi, ainda mais aqueles que já possuem parentes com cidadania reconhecida, já ouviram falar na famosa Pasta da Família. O status quase mítico faz com que ela pareça ser uma verdadeira caixa de Pandora, com itens de toda natureza lá dentro, mas, o que é pasta da família? Se você já tem um parente com cidadania italiana reconhecida, já sabe que aproveitar a pasta é o caminho é mais fácil para conseguir a sua, certo? Bem, não necessariamente. O tempo do processo de reconhecimento lá na Itália continua sendo o mesmo. Não há motivo para que ele seja mais rápido, haja vistas que não há procedimento especial. O que muda entretanto, é a quantidade de certidões que são necessárias à apresentação ao Comune. Se sua família já sabe onde existem os documentos necessários para pedir o reconhecimento de sua cidadania: Parabéns! Você já está na metade do caminho. Mas no mais, é isso. Calma aí, não desanime. Abaixo falaremos mais detalhes a respeito dessa pasta, vê-só!

AS LIMITAÇÕES DA PASTA DA FAMÍLIA

Ainda que exista uma grande praticidade no que diz respeito à documentação, recorrer à pasta da família pode trazer algumas limitações chatas. Como quando desejamos ter reconhecimento de cidadania italiana na Itália mesmo: se os documentos tiverem sido usados no consulado italiano aqui do Brasil e não registrados em Roma, não poderão ser reutilizados na Itália. Por cortes de gastos, apenas uma pequena parcela dos documentos enviados pelos Consulados são registrados. Nesse caso, você terá de pedir novas certidões, recorrer à tradução e legalização mais uma vez para fazer seu processo na Itália. De outra forma, lhe restaria a opção de entrar na fila do Consulado e reaproveitar os documentos da família, mas lembre de procurar saber em que ano foi feito o processo, assim como em que Comune se deu. Lembrando que as certidões não podem ter mais que 5 anos de emissão para serem reutilizadas, ok? Quando se tem uma pasta da família, realmente a melhor saída é fazer no mesmo consulado e entrar na fila para ser atendido. Mas lembre, se a pasta de sua família limita-se ao reconhecimento da cidadania até um parente de segundo ou terceiro grau, é necessário comprovar uma relação de descendência desse mesmo nível até você! Nem todos os documentos são dispensados no caso da Pasta, ok? É necessário ver se a “linha de descendência” chega até você. OBS: Quanto mais recente for a inserção de documentos na pasta, melhor. Pois dessa forma, temos maior certeza de que os documentos estão de acordo com todas as normas do consulado.

PASTA DE FAMÍLIA NA ITÁLIA

Caso você tenha um parente que desenvolveu o processo diretamente na Itália, é necessário saber todos os detalhes como cidade, comune e processo que se deu, já que não existe uma central de consultas para tal. Também será necessária uma autorização por escrito do dono da pasta para que faça uso da mesma, tá bem?

A ENEVOADA LEI ITALIANA

Como a lei italiana não é nada clara quanto a necessidade de retificar ou não alguns registros feitos no Brasil, é sempre necessário recorrer a uma assessoria de confiança, que esteja sempre alinhada com as mudanças das normas na Itália, assim como com experiência de mercado. A Prenota4u, em comunhão com a Cidadania4u podem facilmente te ajudar em suas requisições diante do consulado italiano! Está curioso para saber mais detalhes sobre como podemos te ajudar em sua empreitada? Fale conosco no [email protected] e tiraremos suas dúvidas! (: