Existem diversos brasileiros morando na Itália, e inclusive alguns que foram para lá ajudar no combate ao coronavírus. Sendo o país o segundo mais afetado pelo surto depois da China, é interessante receber um feedback de brasileiros que estão vivendo e trabalhando em meio a esse cenário.

Em uma entrevista dada à BBC, Mariana Dacorégio, uma médica brasileira que está na linha de frente do combate ao novo vírus corona na Itália, comentou sobre está sendo o atendimento por lá. De acordo com ela:

“O hospital onde trabalho tem capacidade para dois mil leitos. Além da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), tivemos que converter diversos departamentos, como o de cirurgia, para atendermos casos de coronavírus”.

Ainda de acordo com a profissional, os médicos e enfermeiros por lá estão tendo de fazer turnos bem amplos de trabalho, a fim de atender todos os pacientes presentes.

“Tivemos de aumentar os nossos turnos de trabalho. Os residentes de outras especialidades, que inicialmente tinham sido dispensados para evitar novos contágios, foram chamados de volta para nos ajudar no atendimento de pacientes contagiados pelo covid-19”.

AS MUDANÇAS NA VIDA E NO DIA A DIA

Com a Itália sob quarentena, muitas coisas mudaram no dia a dia. Com o fechamento de escolas, as crianças passaram a ficar mais em casa. Não há babás suficientes para atender à demanda, já que elas devem cuidar de um número limitado de crianças, a fim de proteger e limitar uma potencial infecção.

Isso faz também com que os pais devam ficar mais tempo em casa, ainda que precisem sair para trabalhar, como é o caso da médica que comentamos aqui nesse artigo.

Dia após dia, o governo italiano traz algumas novas medidas, a fim de fazer a contenção do coronavírus mais eficiente. Em alguns casos, o descumprimento de regras evoca a prisão por três meses, e uma multa de 206 euros.

Isso muda também a própria forma que a sociedade interage, já que o governo pede que os cidadãos não frequentem lugares públicos, e que os encontros familiares nos finais de semana (de lei na cultura italiana), sejam os mais breves ou limitados possíveis.

A GARANTIA DA SEGURANÇA DE TODOS

Seguindo o que as organizações de saúde pregam, o governo italiano estabelecera que estabelecimentos comerciais de todo o país, promovam as condições mais favoráveis à redução das infecções. É função dos policiais fazerem a análise da aplicação dessas solicitações.

Quer seja lá na Itália ou aqui no Brasil, é a nossa função procurar nos dedicar ao máximo na contenção desse vírus nos limites de nossas possibilidades. Esteja atento a todas as recomendações das organizações de saúde, evite grandes aglomerações, e foco na limpeza e no cuidado ao compartilhar itens pessoais.

Esteja onde estiver, é sua responsabilidade garantir a saúde de todos que lhe cercam. Nós aqui da Prenota4u contamos com você! Muita saúde e tudo de bom para você e sua família!

Até mais! Brevemente teremos outros textos como estes aqui no blog! :D