Sendo uma preocupação global, a poluição e o aquecimento global têm estado nas principais pautas políticas de todo o mundo. Na Itália não seria diferente. Mas o que o Governo Italiano tem feito em prol da melhoria do meio ambiente e como isso tem afetado a vida de seus habitantes?

A Itália é um dos países mais ricos do mundo, possuindo uma economia que vale 1,76 bilhões de euros. Essa riqueza veio a duras custas para a natureza. Isso pode ser facilmente notável em metrópoles como Milão. Sendo uma das principais cidades da Itália, ela possui uma das maiores taxas de utilização de carros de toda a Europa, e está entre as cidades com o ar mais poluído de todo o continente.

Com 60% do ar proveniente de automóveis e motocicletas, existe uma grande pressão sobre o governo italiano para que ele faça algo a respeito da poluição gerada pelas suas grandes cidades.

O ECOPASS E AS OUTRAS MEDIDAS PARA SANAR A POLUIÇÃO DA ITÁLIA

Milão, frente à sua alta taxa de emissão de poluentes, instituiu o EcoPass numa área de 8 quilômetros quadrados, onde se limita o acesso de veículos baseado nos padrões de emissões Euro, na qual, os veículos que possuam uma taxa de poluição superior deveriam pagar uma taxa para circularem.

Hoje essa área combina-se também com um sistema de taxação de congestionamento e outro sistema baseado em níveis de emissões veiculares (pollution charging). O governo municipal investiu também na oferta de alternativas de locomoção à população, como bicicletas e carros compartilhados.

Desde sua aplicação, já vimos uma redução de mais de 63% de PM10, 35% de NO2, 32% de NOx e 28% de N2O.

Outra medida que está sendo aplicada pouco a pouco na Itália é a proibição de plásticos descartáveis. A meta é reduzir o problema de poluição das águas e ainda melhorar a coleta seletiva de resíduos, contribuindo para o cuidado com o meio ambiente.

A ILHA CAPRI LIVRE DE PLÁSTICO

Sendo um destino paradisíaco que atrai turistas de todo o mundo, a ilha tem um problema grande de produção de itens não biodegradáveis, como talheres, pratos, copos e recipientes para alimentos. É por isso que uma lei municipal aprovada pela Câmara local decidiu proibir todos esses itens na ilha a partir de maio de 2019.

A proibição cai numa data muito bem pensada: o início da temporada de verão! Capri, ainda que tenha uma população de pouco mais de 7.000 habitantes, é um dos destinos mais populares da Itália todo verão, e durante anos tinha uma única forma de proteger o meio ambiente: cobrar uma taxa turística.

Hoje, vemos que o governo local está vendo que o caminho não é remediar com investimentos, mas sim prevenir que a poluição aconteça de uma vez por todas.

Não se sabe se essa medida vai influenciar negativamente a economia local, mas espera-se que tudo flua bem, haja vistas os avanços tecnológicos e na criação de materiais biodegradáveis que são tão úteis quanto o tão versátil plástico.

A ITÁLIA RUMO A UM FUTURO VERDE

Como deu para notar, a Itália também está na luta contra os malefícios da poluição e do aquecimento global. Esse tipo de medida é extremamente necessária para manter a qualidade de vida que o país tem e é tão orgulhoso de tal.

Vendo esses passos, podemos ter certeza que a bela Itália que vemos hoje estará de pé, conservada e com todas as preciosidades naturais intactas durante anos porvir!

Então, ainda mais motivo para renovar seu passaporte, não? :P

Quer seja para renovar seu documento ou mesmo quando o assunto é manter seu cadastro em dia frente ao consulado, em ambas as situações você pode contar com a gente da Prenota4u!

Nossa equipe de profissionais especialistas pode se comprometer com todo o lidar burocrático frente ao consulado, deixando você se preocupar só com o que importa: suas viagens! :P

Fale conosco no [email protected] e nos deixe te ajudar :D