Com o bloco da União Europeia passando por alguns impactos, como o BREXIT por exemplo, ou mesmo a entrada de países como a Hungria no bloco, a Itália caminha com passos confiantes, o que choca alguns economistas. Leia esse texto e entenda um pouco mais sobre o que ocorre na economia italiana.

Com um PIB que cresceu 1,3% em 2018, a Itália espera crescer 1,1% em 2019. A estimativa é extremamente otimista, haja vistas o cenário econômico que o país se vê imerso em. Ainda que não tenha conseguido escapar da desaceleração generalizada que os países desenvolvidos passaram em 2018, devido ao enfraquecimento de investimentos e exportações, a Itália sobreviveu ao ano com louvor.

O problema é que, em 2019, a Itália terá de arcar com o déficit fiscal italiano que atinge a casa dos 2,9%. Esse déficit orçamentário ultrapassa a meta do governo de crescimento do PIB. Então, o que deve acontecer em 2018 com o país da bota?

ECONOMIA ITALIANA EM 2019

Nem positivo nem negativo, o PIB da Itália, de acordo com especialistas, deve se estagnar. Vendo a estagnação, assim como a desaceleração do crescimento dos países de toda a Europa, o Ministro Giovanni Tria se manifestou “Estamos a registrar uma desaceleração geral do crescimento da economia em toda a Europa, e, em Itália, em 2019, caminhamos em direção a um crescimento de 0%”

Isso mesmo, a economia italiana esse ano deve registrar um crescimento nulo, como bem afirmara o ministro da economia do país. Bem distante das estimativas de 1,1% que previra. Em data recente, a Itália atualizou a previsão de 1,1% para 0,2%, sendo o único país do bloco que previu crescimento menor de 1% em 2019.

O Banco Central Italiano, assim como o Fundo Monetário Internacional não estão tão pessimistas quanto o ministro, e especulam um crescimento de ao menos 0,6% do país. O ponto é que, com a economia alemã estagnada e sendo a Alemanha uma grande parceira comercial, a Itália deve sofrer um baque.

Hoje, o governo italiano é uma coligação, formada pelo Movimento 5 Estrelas e pelo Partido da Liga, responsáveis pelo projeto da Renda Cidadã. Através do mesmo, cerca de 1,4 milhões de italianos vão receber uma ajuda de custo que pode chegar aos mil euros por mês, durante um período de até 18 meses.

O projeto é sem precedentes em solo italiano e visa diminuir as disparidades econômicas entre seus cidadãos.

O QUE ESPERAR DE 2019 PARA O PAÍS DA BOTA?

Bem, haja vistas as disparidades entre os economistas, assim como a visualização do padrão italiano de 2018, que fechara o ano em recessão técnica, refletindo o impacto negativo das relações com os Estados Unidos e a China, devemos esperar um pouco mais para fazer qualquer presunção positiva ou negativa a respeito do crescimento da economia italiana.

Nos resta ajudar nossa adorada Itália da melhor forma que podemos fazer: movimentando sua economia prestando aquela famosa visitinha a uma de suas belas cidades.

Lembre que, para fazê-lo, seu passaporte deve estar válido e seus dados pessoais deverão estar em dia diante de sua comune italiana. Como sabemos que atualizar tais documentos é ainda mais complicado que entender os movimentos econômicos e o cenário internacional, nos deixamos aqui ao seu dispor para te ajudar nisso!

Se precisa de algum serviço consular, fale com a Prenota4u! Nossos atendentes estão esperando seu contato em nossa caixa de e-mails! Nosso endereço eletrônico é o [email protected]

Nos envie uma mensagem, solicite um orçamento e regularize sua situação diante do consulado italiano agora mesmo!

Nos falamos em breve!