Tendo sido uma decisão da Suprema Corte da Itália, a partir da última decisão, os estudantes não podem levar lanches de suas casas para os horários de merendas da escola. Isso foi fruto de uma ação movida por um grupo de pais de alunos de colégios de Turim, e mais detalhes sobre ela, você encontra aqui.

Aqui no Brasil, a conhecida “hora do recreio” costuma ser banhada a muitos lanches levados pelas crianças, ou mesmo comprados na escola. Seria um grande choque para todos nós se de uma hora para a outra não fosse mais permitido que as crianças levassem os lanchinhos de casa, certo?

Bem, essa é uma realidade vivida pelos italianos. Estes que, em protesto pelo preço das refeições escolares, esse que apenas as famílias de baixa renda são isentas, entraram com um processo perante o Estado.

O HORÁRIO DA MERENDA NAS ESCOLAS E SUAS MUDANÇAS

O objetivo dos pais com o citado processo? Permitir que seus filhos pudessem voltar a levar lanches e almoços de casa para que não precisassem pagar os valores abusivos pela comida. Ainda que o Tribunal de Turim tivesse dado razão aos pais, a sentença foi revertida pela Suprema Corte, que disse não haver “direito inerente” para que as crianças devam comer lanches feitos em casa.

De acordo com o órgão, os colégios devem manter a autonomia de organizar as refeições à sua maneira. A introdução de pratos domésticos diferenciados poderia, de acordo com os juízes, gerar uma sensação de desigualdade entre os estudantes e possíveis discriminações econômicas.

A decisão revoltou os pais que moveram e apoiavam a ação. Para os genitores, ela é um afronte ao direito constitucional de “escola gratuita a todos”, já que a necessidade de alimentação é indispensável e pelos altos custos, acaba pesando no orçamento dos pais.

UMA QUESTÃO PROBLEMÁTICA

Quer sejam os pais ou os juízes: ambos possuem um ponto. Questões como estas evocam discussões e merecem atenção de todos nós. Afinal de contas, mudanças na forma de educar nossos pequenos podem realmente mudar o país que viveremos no futuro.

O que você acha da decisão da Suprema Corte italiana? Acha que os pais têm um ponto válido que deveria ter sido acatado por parte dos juízes? Comenta com a gente o que você achou nos comentários abaixo e nos deixe cientes de seu ponto de vista.

E se precisar de serviços consulares, sabe com quem contar, certo? Com a gente aqui da Prenota4u, claro! Entre em contato com nossos atendentes no [email protected] e tenha o auxílio de uma equipe de qualidade!

Nos falamos em breve! Um grande abraço e até mais :D